• Marcelo Pereira

Escalas Pentatônicas - parte 1

Atualizado: Jun 17


Hoje o assunto será a famosa Escala Pentatônica. Ela é uma escala muito usada em rock, pop, blues, reggae, etc... Curiosamente ela também pode ser encontrada nas músicas folclóricas de diversas culturas, como por exemplo na música tradicional japonesa e chinesa.

Por ter uma "digitação" relativamente fácil em instrumentos de corda, ela se torna uma das primeiras escalas que aprendemos quando estudamos baixo, guitarra ou violão. Na gíria do mundo da música também é conhecida só como "Penta". Ela é uma escala bastante versátil, com aplicações em vários estilos e sobre diversos acordes e encadeamentos harmônicos. Primeiro é importante decorarmos bem essas digitações, deixá-las embaixo dos dedos, então vamos lá!


O Assunto é grave baixistas! Então grave isso!


A nossa escala pentatônica pode ser dividida em 2:

a) Escala Pentatônica Maior

b) Escala Pentatônica Menor (ou m7)


PENTATÔNICA MAIOR

Primeiro vamos nos lembrar da nossa Escala Maior:

- Tom / Tom / Semitom / Tom / Tom / Tom / Semitom

- Modo Jônio

Tomemos como exemplo a escala de C (dó maior)

Vamos retirar o IV (quarto) grau da escala (nota Fá) e o VII (sétimo) grau da escal (nota Si), então teremos:

Os intervalos gerados por esta escala em relação à nota ficaram:

Assim como nas escalas diatônicas, estudamos a pentatônica "saindo" de cada uma das suas notas. Então, como são cinco notas, teremos cinco "desenhos" de pentatônica. São eles:

Desenho 1 - Pentatônica de C começando na nota .

Desenho 2 - Pentatônica de C começando na nota .

Desenho 3 - Pentatônica de C começando na nota Mi.

Desenho 3 - Pentatônica de C começando na nota Mi (usando cordas soltas).

Desenho 4 - Pentatônica de C começando na nota Sol.

Desenho 5 - Pentatônica de C começando na nota Lá.

PENTATÔNICA MENOR

Primeiro vamos nos lembrar da Escala Menor Natural

- Tom / Semitom / Tom / Tom / Semitom / Tom / Tom / Tom

- Modo Eólio

Tomemos como exemplo a escala de Am (Lá menor)

Vamos retirar o II (segundo grau) da escala (nota B) e o VI (sexto grau) da escala (nota Fá), então teremos:

Os intervalos gerados por esta escala em relação à nota Dó ficaram:

Como a escala de Am (lá menor) é relativa de C (dó maior), acabamos encontrando as mesmas notas, logo, os "desenhos" de escala permanecem os mesmos, só precisamos relacionar os "desenhos" da escala maior com a menor. Obviamente, o "desenho número 1" na escala de Am terá que começar na nota e assim respectivamente, logo, teremos:


1 2 3 4

4 (cordas

soltas) 5

Obs: A configuração de intervalos obtida na pentatônica menor forma um acorde de Am7(11), devido a isso, a pentatônica menor também é conhecida como "penta m7" (pentatônica menor com sétima menor), essa informação será útil no futuro quando estudarmos outros tipos de pentatônica, por hora decore os desenhos e pratique com o áudio abaixo.


Blues em Am (Lá menor)

#Pentatônica #Escalas

2,046 visualizações

MP

© 2014 Marcelo Pereira. Todos os direitos reservados. 

  • YouTube ícone social
  • Facebook Social Icon